A França é a super-favorita a vencer este Europeu.

Apresenta-se como atual campeã do mundo e vice-campeã europeia. Belo CV.

A esse currículo acrescentou-lhe Benzema (o proscrito voltou).

 

Karim Benzema regressou aos 33 anos e tornou a vestir a camisola da França depois de seis anos afastado dos escolhidos.

Estou curioso para ver Benzema. A França foi campeã do mundo e vice-campeã da Europa sem ele. Se Deschamps quer atingir a terceira final consecutiva de um grande torneio terá de saber como integrar Benzema, um homem de personalidade forte” Lahm no Guardian

Quem escreveu isto foi o alemão Phillip Lahm, campeão mundial com a Alemanha em 2014 e vice-campeão da Europa em 2008.

Lahm coloca a Bélgica como outra favorita à conquista da prova.

Além de França e Bélgica o antigo defesa coloca Portugal, atual campeã e que conta com Cristiano Ronaldo, a um golo de se tornar o melhor marcador de sempre do torneio.

Lahm não esquece a boa equipa da Inglaterra, que, tal como a Bélgica, semifinalista do Mundial 2018, é um sério candidato à conquista do Euro 2020.

 

Foco na França

Mas foquemo-nos na França.

Foi Mourinho que disse.

«A França podia jogar com uma Equipa A, uma Equipa B e uma Equipa C, porque neste momento tem um número incrível de jogadores de alto nível».

Está dito.

E quase todos concordam.

Parece um ajuste de Deschamps com o futebol.

 

O Euro começa hoje. Lembra-se dos golos de abertura dos Europeus?

 

Didier, campeão como jogador e… treinador?

Aos 31 anos e campeão do mundo com a França, Didier Deschamps levantou a taça do Europeu em 2000.

Foi o culminar de uma carreira brilhante, que dois anos antes tinha levado a França à conquista do primeiro Mundial.

 

Quem passa nos grupos?

 

Foi também uma geração que soube aproveitar os talentos e conquistar os principais torneios.

Duas décadas depois, o mesmo Deschamps está numa situação semelhante.

Era ele o selecionador que levou os franceses à repetição do título mundial em 2018.

E quer agora repetir como treinador a dobradinha que conseguiu como jogador.

 

E o primeiro golo do Euro foi um autgolo

 

Fim de ciclo?

As caras mais conhecidas da selção bleu ainda têm bastante carreira pela frente mas a espinha dorsal da campanha vitoriosa no Mundial da Rússia já se aproxima do fim de ciclo:

  • Hugo Lloris tem 34 anos
  • Antoine Griezmann 30
  • N’Golo Kanté têm 30
  • Raphael Varane 28
  • Paul Pogba 28

Deschamps sabe que a oportunidade deve ser aproveitada.

O antigo trinco francês sabe que depois do Europeu de 2000 a França só voltou a ganhar 18 anos depois.

 

O Euro vai começar (estes são os 15 golos que deram títulos)