Falou-se tanto do golo inicial, inteiro e limpo do Euro 2020 e este acabou por ser na própria baliza.

A Itália bateu a Turquia 3-0, mas o primeiro golo foi um autogolo.

Falámos e lembrámos os golos de todas as 16 edições anteriores dos Campeonatos da Europa desde 1960.

Houve de tudo.

Começou há 61 anos com o primeiríssimo golo do jugoslavo Milan Galic até ao de Olivier Giroud pela França em 2016, há 4 anos.

 

O Euro começa hoje. Lembra-se dos golos de abertura dos Europeus?

 

Pelo meio houve de tudo: desde os já consagrados como Muller, Rummenigge, Mancini, Shearer ou Lewandowski até aos que entraram para o anonimato.

Até ao primeiro do Euro 2020.

Obra e autoria de Demiral – um autogolo, contra o próprio guarda-redes, traição a Ugurcan Cakir.

 

 

Foi o primeiro autogolo como golo inaugural de um Campeonato da Europa.

Ao todo, é o 10º autogolo num Europeu e o primeiro a favorecer a Itália – logo ele que é jogador da… Juventus.

 

Recorde mundial 

A Itália graças a este primeiro golo conseguiu desbloquear a defesa turca.

A partir daí foi um ver se te avias: marcou mais dois e não sofreu nenhum.

O que nesta seleção de Mancini começa a ser um caso habitual: não sofrer golos.

 

A Itália depois do descalabro

 

O guarda-redes Donnarumma leva 663 minutos (7 jogos seguidos) sem sofrer um golo com a camisola da Itália.

A isto acrescenta-se-lhe as 9 vitórias seguidas dos italianos:

  • 9 jogos
  • 9 vitórias
  • 9 jogos seguidos sem sofrer golos (marcou 28)
  • 28 jogos seguidos sem perder

É recorde mundial.

NO-VE encontros consecutivos SEMPRE a ganhar sem sofrer um golo:

  • 4-0 Estónia
  • 2-0 Polónia
  • 0-2 Bósnia
  • 2-0 Irlanda do Norte
  • 0-2 Bulgária
  • 0-2 Lituânia
  • 7-0 São Marino
  • 4-0 Rep. Checa
  • 3-0 Turquia

 

Quem passa nos grupos?