Martin Dubravka fez aquilo que um guarda-redes nunca deve fazer.

Dubravka meteu a bola com as mãos dentro da própria baliza.

O que é injusto para o guarda-redes da Eslováquia.

Pouco antes tinha defendido um penálti (OK que era Morata a marcar, mas mesmo assim…).

Com isto ajudou à goleada da Espanha 5-0.

 

 

Suécia primeira

Mesmo assim os espanhóis não conseguem ser primeiros do Grupo E, depois dos empates nos dois primeiros jogos.

Os suecos aproveitaram e tomraram o posto de líderes com 7 pontos.

A Suécia bateu a Polónia 3-2 e eliminou os polacos – apesar do grande jogo de Lewandowski.

 

 

O avançado do Bayern marcou 2 golos e trouxe a seleção de Paulo Sousa de volta ao jogo recuperando do 2-0 para 2-2.

Só que o golo de Viktor Claesson nos descontos retirou as hipóteses à Polónia e voltou a colocar a Suécia no primeiro lugar.