Marc Cucurella é um produto directo da formação do Barcelona, vindo da famosa academia “La Masia” (assim mais recentemente, lembra-se de Orio Rosell ou sabe quem é Alex Grimaldo? foi de lá que saíram).

Ok, não se lembra. Mikel Arteta, actual treinador do Arsenal, também já lá meteu os pés. Também não sabe quem é? Ok. Sabe quem é o Messi? Pronto, este já sabe. Um dos melhores jogadores do mundo passou lá 4 anos a formar-se.

Pois bem, só que agora parece que a academia já “não tem a paciência” que outrora tinha. A confirmação vem do próprio Cucurella que, em fevereiro deste ano, veio criticar o clube que anda a emprestá-lo desde 2018 – primeiro ao Eibar, onde fez 33 jogos, e agora ao Getafe, onde já fez 39 jogos.

“O Barcelona já não tem a paciência que teve um dia. Como jogador da academia, eles não dão as oportunidades que os jogadores merecem. É pena porque eu esperava que tivessem mais confiança na academia. Só que ganhar pesa mais do que ter paciência”, confessou ao jornal AS.

Pois bem, a paciência esgotou-se, tanto que Cucurella já é oficialmente jogador do Getafe a tempo inteiro. E hoje vai defrontar a equipa (Real Madrid) a quem deu muitas dores de cabeça na época anterior, quando ainda jogava pelo Eibar: numa estrondosa e histórica vitória do clube de Guipúscoa (3-0), o lateral esquerdo participou nos três golos.

 

 

Mesmo essa exibição não lhe valeu um lugar fixo na equipa principal dos catalães.

Nem mesmo o facto de ter passado as duas anteriores temporadas na equipa B, onde fez 54 jogos – o que lhe valeu a espectacular oportunidade de participar na Copa del Rey, pela equipa principal, contra o Murcia.

 

Riqui Puig: a última dose de alegria em Barcelona

 

Mas foi só isso. Nenhuma outra oportunidade surgiu para este jovem de 21 anos.

O mais engraçado é que o Eibar chegou a comprá-lo (2 milhões de euros) e o Barcelona, logo a seguir (16 dias) foi buscá-lo outra vez, mas por 4 milhões de euros, para o depois voltar a emprestar ao Getafe. Estranho, no mínimo.

Quinta-feira 2 julho 21h00
Espanha – La Liga
Real Madrid vs Getafe
1,42 – 4,30 – 6,90

 

Mais estranho ainda quando a história de Marc Cucurella Saseta tinha tudo para ser mais uma daquelas que ficámos habituados a ver no futebol espanhol.

Nasceu a 22 de julho de 1998, em Alella, precisamente uma província de Barcelona. Antes de ingressar na “La Masia” (em 2012), esteve na cantera do Espanyol, onde jogou durante seis anos.

 

Messi chega ao golo 700 em câmara lenta

 

Um dia os observadores e olheiros do Barça resolveram ir ver o que é que o miúdo de cabelo encaracolado andava a fazer num torneio da Danone e zás, estava repescado mais um talento. Foi subindo escalões, andando pela equipa B, fazendo a formação habitual, até chegar à equipa sénior.

Em 2017, já com contrato renovado, teve a esperança de agarrar o lugar, mas a escolha acabou em Juan Miranda – que acaba de regressar ao Barcelona, depois de ter sido emprestado ao Shalke 04 – como conta o blogue El Scouting.

Será que os catalães quiseram livrar-se de Marc porque houve rumores de que o jovem jogador foi racista, numa discussão com Éder Militão (ex-Porto e agora no Real Madrid)?.

Bom, a verdade é que Cucurella veio esclarecer a polémica e dizer que em vez de ter chamado ao brasileiro “puto macaco”, na verdade só lhe disse para fechar o bico – em espanhol as semelhanças de linguagem são maiores, acredite.

 

Benzema e um calcanhar daqueles (que pode valer o título)

 

Ou será pelo facto de Cucurella ter um cabelo esvoaçante e encaracolado, muito semelhante ao histórico Puyol?

Talvez o clube da Catalunha não queira ter nas suas fileiras dois jogadores iguais. Nunca saberemos. Certo é que este lateral esquerdo – que também pode funcionar como médio, basta comprá-lo no FIFA20 que essa hipótese salta logo à vista – agora vai vestir a camisola do Getafe, mesmo tendo chegado a ser cobiçado pelo FC Porto.

Pode ser que agora se fixe neste clube e possa sonhar em dar saltos maiores. Em pintar um quadro melhor. É que o que não conseguiu pintar na Catalunha já ficou mesmo sem tinta.

Aqui ficam alguns dos seus melhores momentos: