Chegou este fim-de-semana ao fim a Liga SABSEG, e apesar do seu nome apelar aos deuses dos trocadilhos e das piadas secas vamos resguardar-nos.

Afinal, há resultados trágicos para algumas formações e com isso não se brinca.

A Oliveirense e o Vilafranquense não conseguiram fugir à despromoção e são relegadas para o Campeonato de Portugal, isto depois de o Varzim ter estado uma considerável parte do campeonato na posição de lanterna-vermelha, que também viu o FC Porto B por lá cimentar raízes durante uns tempos.

Estes últimos, quando o calor apertou, foram buscar à equipa A o gelo necessário:

  • Diogo Costa
  • Diogo Leite
  • Fábio Vieira
  • Evanílson
  • Carraça
  • Malanga Sarr
  • Chico Conceição
  • Romário Baró

Todos estiverem presentes na vitória sobre o Feirense por 4-2, que de alguma forma viria a garantir a permanência, mesmo depois de perderem no Seixal, com o Benfica B, na última jornada disputada este domingo.

 

Já os poveiros, que partiam em último para a derradeira jornada, receberam e venceram a Oliveirense por 1-0, um golo solitário de Irobiso aos 75 que atirou a Póvoa de Varzim para a histeria.

Ainda não foi este ano, gente, o Varzim bate o pé e resiste mais uma temporada.

 

Vizela, 25 jogs sem perder

No cimo da tabela, além do categórico Estoril — dominador incontornável desta liga e campeão com quatro pontos de avanço —, temos o respeitoso Vizela, que realizou um campeonato de excelência somando 25 jogos sem perder, dez empates e quinze vitórias é um feito notável.

 

 

A última derrota da equipa do Minho foi à oitava jornada, precisamente diante do Arouca, terceiro classificado da Liga SABSEG e que tem encontro marcado com o Rio Ave, para decidir quem fica na Liga NOS 2021/2022.

 

As figuras

O Vizela tem também o melhor marcador da competição: Cassiano.

Com 16 golos, o avançado brasileiro foi uma das figuras de proa dos vizelenses e do campeonato.

  • Samu
  • Raphael Guzzo
  • e Kiko Bondoso
    (Kiko foi o homem com mais assistências na liga: 9)

Foram jogadores essenciais para o regresso do Vizela ao escalão principal do futebol português, 36 anos depois da última aparição.

 

 

Cova salva

O Cova da Piedade, que chegou a estar em maus lençóis, acaba a temporada em décimo primeiro lugar à frente do Mafra e do SC Covilhã, numa das grandes surpresas pela positiva do campeonato.

A Académica, o Feirense e o Chaves, quarto, quinto e sexto lugares choram pela impossibilidade de acesso à Liga NOS.

 

 

Para o ano há mais. E só com trabalho será uma realidade possível.

No Campeonato de Portugal perfilam-se candidatos para aqui estarem em 2021/2022.

Na Zona Norte: Pevidém, Trofense, Anadia e Braga B.

E na Zona Sul: Club Football Estrela, Vitória de Setúbal, UD Leiria e Torreense.