José Sá, antigo guarda-redes do Marítimo e do Porto, ganhou uma nova vida quando chegou à Grécia, por empréstimo, em 2018/19.

Não que se tenha notabilizado o suficiente para roubar o lugar a Rui Patrício na seleção, mas ter 27 anos e uma presença constante em competições europeias, pode ser considerado valioso para quem até começou a carreira a lateral direito.

Pois é, mas hoje vai defrontar o FC Porto para a Liga dos Campeões. A ver vamos se faz uma grande exibição, se deixa Sérgio Conceição com vontade de o voltar a contratar, e se Fernando Santos está atento.

Terça-feira 27 outubro 20h00
Liga dos Campeões
Porto vs Olympiacos
1,83 – 3,35 – 4,25

 

Já em miúdo, a sorte foi que um vizinho de baixo, quando ainda jogava no Palmeiras em Braga, sugeriu que saltasse para a baliza. E lá ficou. Depois, deixou de jogar durante uns tempos porque queria mudar-se para o Merelinense mas não o deixavam.

Ainda passou pelo Benfica – suplente de Ederson (agora Manchester City) tendo sido ultrapassado pelo Bruno Varela e pelo José Costa, quando lhe tinham feito promessas de subir de escalão -, depois ganhou destaque na Madeira e foi parar aos dragões.

 

Só que andava por lá um tal de Iker Casillas e isso estragou-lhe os planos – só a 21 de outubro de 2017 é que conseguiu estrear-se a titular.

Desvinculou-se do FC Porto em junho de 2020, o Olympiakos comprou-o e passou a ser o homem de confiança de Pedro Martins. Agora vive em Glyfada, um pouco a sul de Atenas, junto ao mar.

Mesmo sendo azul e branco desde pequeno, há vidas piores, não?

 

 

Para alguém que já foi considerado melhor guarda-redes num europeu sub-21 em 2015, não deve ser fácil não ter conseguido elevar o patamar da sua carreira.

Deve ser ainda mais difícil encarar esta realidade, depois de ter visto, há uns anos, o treinador Sérgio Conceição dizer que José Sá era o melhor guarda-redes para substituir Rui Patrício.

O jovem não tem culpa de ter um dos melhores apelidos para manchetes desportivas.

Já teve outros clubes a piscarem-lhe o olho – ou, pelo menos, as notícias diziam que sim: Betis de Sevilha, Atlético de Madrid ou West Ham.

Mas ainda nada se concretizou para quem quer ser um dos melhores guarda redes do mundo. E também um dos futebolistas com a melhor barba do universo, certamente.

Ah! E com as melhores tatuagens: tem uma nossa senhora de Fátima com luvas de guarda redes…