Antes de mais, uma mensagem de força para o guarda-redes azul e branco de andebol do FC Porto, Alfredo Quintana.

O desporto uniu-se para endereçar o seu apoio e isso é de destacar. Por vezes é preciso bater o pé, falar mais alto, dizer basta.

Foi o que fez Jorge Jesus, treinador do Benfica, depois de pedir “um buzinão de carinho” aos seus adeptos.

De facto, houve por aí umas apitadelas e pouco mais.

Não sabemos se o carinho chegou à Luz, mas um buzinão de noção para o técnico português também lhe faz muita falta.

Mas esta quinta-feira, já que estamos numa onda sentimental, olhemos para momentos fofinhos, daqueles que apertam o coração.

Até porque as equipas portuguesas precisam de força para esta segunda volta da Liga Europa.

 

Teikirize, depois do peeners, do oitxenta e oitxo e do aaaaaaaaiiiii

 

Da bancada para a baliza

O guarda-redes Dean Henderson, de 23 anos, já leva 12 jogos pela equipa do Manchester United.

Mas há precisamente 5 anos estava na bancada de Old Trafford a apoiar os red devils, no lugar reservado para a academia.

E só se pode comprovar que, de facto, estava lá sentado, porque o Sports Bible recordou o momento em que este inglês e o seu compatriota, Marcus Rashford, se abraçaram, assim que o segundo se estreou a marcar pelo United na Liga Europa contra o FC Midtjylland – ainda marcaria mais um nessa noite.

 

 

Aconteceu a 25 de fevereiro de 2016.

Henderson estava só há um ano no clube, depois de andar pelo Carlisle, entre outros tantos empréstimos.

Os dois já jogaram finalmente lado a lado como séniores (ainda que tenham partilhado outros campos), diante do Instabul Basaksehir.

Quem estará na bancada da próxima vez? Está feita a primeira buzinadela cheia de carinho e de “ooooooh’s” só para alegrar Jorge Jesus.

 

Tóquio olímpico

Vamos agora até Tóquio.

Quer dizer, vamos até ao príncipio do que está para vir naquele país.

Um dos grandes eventos esperados este ano são os Jogos Olímpicos em Tóquio.

Quem não tem saudades de apoiar o seu país em competições que não faz a mínima ideia como é que se jogam e que, fora nesta altura, ninguém quer saber? Nós, claro.

Mas o tradicional transporte da tocha olímpica vai ter de ser feita em silêncio por causa da pandemia.

Não vale gritar, só aplaudir. Ora aqui está uma boa medida para implementar buzinões.

E assim também não há o risco de se cuspir para cima do atleta que, coitado, já tem uma tarefa chata de levar aquele mono sabe-se lá para onde.

A iniciativa é de se aplaudir, sim senhor.

 

A frase da semana:

«Estou muito feliz por anunciar que volto a casa»

Paul Gasol regressa ao Barcelona 20 anos depois. Fez história nos Lakes, com dois títulos e como um dos melhores europeus na equipa. Há quase dois anos que não joga, mas ainda quer ir aos Jogos Olímpicos de Tóquio.

 

 

Sugestão da semana

Quem não gosta de um bom vídeo ao estilo da RTP Memória?

Toda a gente.

Esta semana o actor Luís Aleluia (Menino Tonecas) decidiu partilhar um vídeo com esse seu famoso boneco onde aparece lá um jogador bastante famoso.

Nélson “Necas”, que agora é treinador de guarda-redes do Sporting, lembra-se? Não é bem esse, ora veja…