Em seis meses Leonardo Jardim mudou tudo: chegou a Ásia e foi campeão da Liga dos Campões asiática.

Com esta conquista, o técnico de 47 anos (passou pelo Sporting e pelo Braga), tornou-se o primeiro treinador português a vencer a prova.

Chegou, viu e venceu com os sauditas do Al-Hilal a mais importante prova de clubes do continente frente ao Pohang Steelers, da Coreia do Sul, por 2-0.

O King Fahd International Stadium, em Riade, foi todo dele.

 

 

Golos aos 16 segundos (e outro de Marega)

A final começou bem: logo aos 16 segundos já estava a ganhar com um golo de fora da área do defesa esquerdo Nasser Aldawsari.

Depois, num ataque que conta com Matheus Pereira, Gomis e Marega, foi o ex-FC Porto a fazer o 2-0.

 

 

Al-Hilal, o clube com mais títulos

Com o quarto triunfo na prova, o Al-Hilal torna-se o clube com mais títulos.

A equipa da capital saudita recupera o estatuto que havia conquistado pela última vez em 2019 e sucede ao Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul.

 

 

Jardim continua a sua senda em terras asiáticas: leva 9 vitórias e 5 empates em 13 partidas disputadas entre campeonato e Champions.

 

Portugueses vencem na Europa, África, América e… Ásia

Na prova continental, Jardim bateu nos oitavos-de-final os iranianos do Esteghlal, na ronda seguinte os também iranianos do Perspepolis e, nas meias-finais, o Al-Nassr, num embate saudita.

 

Abel com a América a seus pés (é bicampeão da Libertadores)

 

Agora está no mesmo patamar continental de outros portugueses ilustres.

Artur Jorge e José Mourinho, quando estes se sagrarem campeões europeus.

Manuel José ter também venceu a prova equivalente no continente africano (por quatro vezes) e Abel e Jorge Jesus ergueram a Libertadores na América do Sul.