Villas-Boas foi recebido pela típica neblina do Porto (estamos a citar o treinador do Marselha). Essa mesma que torna os portuenses persistentes e duros, por toda a cidade e pelo clube (continunamos a citar André, técnico campeão pelo FC Porto em 2011).

Mas Villas-Boas chegou ao Porto com com uma missão particular, que é honrar a história do Marselha (e acabamos as citações).

É quase um jogo entre o pai e um filho (pronto, é a últma citação do líder portista que levou os dragões à conquista da Liga Europa em 2011 – venceu também a Taça de Portugal nesse ano. Que ano!).

O Marselha de André-Villas Boas surge no Dragão sem ter ainda pontuado e a matriz tática não deverá fugir do habitual nos jogos desta natureza.

Os franceses fecharão o jogo em 4x1x4x1 e com isso colocarão dificuldades a um Porto que pós a perda de Alex Telles ainda não resolveu problemas no jogo exterior.

Porto vs Marselha 20h00

A profundidade de Marega deverá também ser controlada pelos bons princípios franceses, que procurará ainda explorar a velocidade de Thauvin e o oportunismo de Benedetto.

O Dragão receberá um jogo de grande dificuldade tática, mesmo que Luis Díaz possa trazer para jogo a velocidade que o Porto precisa para desmontar a teia francesa, num jogo equilibrado e previsivelmente de pontuação baixa.

 

Grupo A

Lokomotiv vs Atlético Madrid 17h55

O Atlético de Simeone vai a Moscovo, com a intenção de caminhar seguro para o apuramento que o Bayern deverá praticamente carimbar na deslocação à Austria.

Em 4x4x2 com a tradicional organização defensiva bem trabalhada e agressividade sobre a bola, os colchoneros prometem não deixar qualquer possibilidade de criação à dupla Éder e Zé Luís, e ainda beneficiar da inspiração de João Félix e Luis Suárez para resolver um jogo determinante.

 

RB Salzburgo vs Bayern Munique 20h00

Na Áustria, o excitante Red Bull repleto de jovens de grande potencial dividirá fisicamente o jogo com o poderoso Bayern.

Contudo, as soluções técnicas e táticas de uma construção que sai dos pés de Alaba e passa pela pausa de Kimmich no meio, são incomparavelmente superiores.

E na frente, Gnabry, Sané e Lewandowski têm a eficácia que determina resultados.

 

Grupo B

Shakhtar vs Borussia Mönchengladbach 17h55

A recepção do Shakhtar de Luís Castro ao Borussia de M’Gladbach poderá marcar uma séria candidatura de um dos outsiders ao apuramento depois dos resultados inesperados das primeiras rondas.

O 4x2x3x1 da equipa de Marco Rose traz para o jogo o rigor tático e eficiência técnica que fez parar Inter em Itália e Real na Alemanha, mas nem por isso terá tarefa fácil.

A capacidade de criação de uma equipa “abrasileirada”, e estruturada e pensada para dominar, circular, e invadir espaços altos em posse mudará as agulhas táticas do jogo. Equilíbrio e criação de oportunidades serão marcas a ver na Ucrânia.

 

Real Madrid vs Inter Milão 20h00

Contudo, é em Madrid que se joga o jogo grande da ronda.

O Inter de Conte junta na presente temporada qualidade individual com a tradicional matriz tática bem rígida do seu treinador.

Um confronto entre um Real menos definido no pormenor tático, mas com grande capacidade individual quer defensiva – Ramos e Varane terão confronto épico contra Lukaku e Lautaro – quer ofensiva, onde Benzema continua a fazer jogar a equipa e há por agora o regresso do desequilibrador Hazard.

O colectivo contra o individual. O rigor e padronizado contra o conforto e a liberdade, num jogo verdadeiramente prometedor. E entre equipas que precisam desesperadamente de pontos.

 

Grupo C

Man City vs Olympiacos 20h00

Já a recepção do City ao Olympiakos não prometerá maior história que um domínio e controlo total num jogo para a criatividade de Mahrez, De Bruyne e Bernardo Silva, em conjunto com a velocidade de Sterling sentenciarem resultado e encaminharem o City para a próxima fase.

 

Grupo D

Midtjylland vs Ajax 20h00

A visita do Ajax ao Midtjylland é de vitória obrigatória para o conjunto de Ten Hagg se ainda pretende este entrar nas contas do apuramento.

Tadic, Neres e Antony formam um trio ofensivo de grande velocidade e qualidade técnica e será por aí que os dinamarqueses terão dificuldades a controlar a mobilidade ofensiva adversária.

 

Atalanta vs Liverpool 20h00

Bem mais interessante será a visita do Liverpool ao terreno da Atalanta.

Um confronto entre duas equipas de intensidade máxima na procura pela recuperação da bola, com chegada veloz em transição e avançados em grande nível – Muriel na Atalanta, e um Liverpool mais dinâmico e com mais soluções – Firmino continua a pensar o jogo e a fazer aparecer Mané, Salah e… Diogo Jota.

A partida de Itália terá a intensidade dos duelos individuais que a Atalanta proporciona quando não tem a bola, e as zonas de pressão “Reds” que conquistam posse para contra atacar a preceito.

Esperam-se golos e equilibrio numa partida fascinante.