Vamos para a quarta jornada e qualquer erro poderá custar a passagem aos oitavos de final.

Nesta terça-feira, o grande destaque vai para o jogo de Paris entre o PSG-RB Leipzig, com os parisenses fora da zona de qualificação e dependentes de uma vitória para não deixarem fugir o Man United e o Leipzig.

 

 

Grupo E

Krasnodar vs Sevilha 17h55

O Sevilha desloca-se à Rússia com mais seis pontos que o Krasnodar e qualquer resultado que não a derrota apurará desde logo a equipa de Lopetegui.

O Krasnodar de Musaev – que interrompeu no passado fim de semana uma série de 5 derrotas consecutivas – surgirá previsivelmente ainda mais desorganizado na tentativa desesperada de bater o Sevilha.

A equipa de Lopetegui retomou os bons resultados e apresentar-se-á na Rússia no seu 4x1x4x1 sem bola, que lhe permite fechar os acessos à baliza de Vaclik, com Diego Carlos e Koundé a surgirem como fortaleza maior, que ainda é protegida pelo rigor tático e capacidade de equilibrar taticamente a equipa de Fernando.

Com bola, Oliver, Jordan, Rakitic trazem a inteligência que permite não precipitação e saída criteriosa seja em ataque posicional ou contra ataque, e também por isso estará Lopetegui à espreita para selar apuramento em grande estilo.

 

Rennes vs Chelsea 17h55

No outro jogo do grupo, prevê-se um confronto tático entre equipas com matriz próxima: 4x3x3 no momento ofensivo, que se transforma em 4x1x4x1 sem bola.

N’Zonzi e Camavinga são o suporte de todo o processo do Rennes, que tem na sua dupla do meio campo a capacidade quer defensiva, quer ofensiva no momento de transportar o jogo para a frente quando há espaço, o centro de todo o seu jogo.

O desnível individual é gritante e Werner, Ziyech e Mason Mount terão as costas bem protegidas pelo incrível Kanté e o rigor tático e decisional de Jorginho – e portanto libertos para o processo de criação que deverá confirmar favoritismo grande dos blues.

 

Grupo F

Borussia Dortmund vs Brugges 20h00

O Dortmund recebe o Club Brugges com grande favoritismo, mas sem poder ignorar que uma derrota caseira permitirá aos belgas a ultrapassagem na classificação.

Clement e Lucien Favre partem para o jogo com organizações que privilegiam um sistema com três centrais, que permite posteriormente uma Organização Defensiva com última linha a 5, garantindo pela densa concentração defensiva pontos de equilíbrio fundamentais.

Haaland, Reyna e Sancho têm a capacidade de aproveitar cada recuperação da bola com enorme impacto, pela capacidade de aceleração e definição a alta velocidade, e com Witsel aparecendo em cobertura garantindo recuperação defensiva mas também capacidade para fazer a bola chegar com espaço ao trio da frente, o desnível individual fará sentir-se, mesmo que o Brugge se feche a preceito no seu 5x3x2.

 

Youssoufa Moukoko. O diamante do Borussia Dortmund

 

Lazio vs Zenit 20h00

A Lazio de Simone Inzaghi terá em Roma uma oportunidade de ouro para selar o apuramento perante um Zenit que soma apenas um ponto.

Manterá o seu sistema a três defesas que dá grande qualidade na saída para o ataque – Acerbi, o internacional italiano que ocupa o espaço central demonstra competência em todas as acções ofensivas ou defensivas.

Mas é sobretudo quando sai rápido para o ataque com Luis Alberto em condução e chegada de Milinkovic-Savic ou Parolo às imediações da área onde Immobilie e Correa fazem a diferença que se torna particularmente capaz de explorar os espaços, que já se sabe o Zenit oferece.

O 442 de Semak tem no poderio físico de Dzyuba o centro de um jogo que tantas vezes se torna mais directo, desaproveitando também por isso o potencial de Malcom.

 

Grupo G

Dínamo Kiev vs Barcelona 20h00

Em trânsito para os oitavos de final, o Barcelona desloca-se à Ucrânia com a perspetiva de rodar muitas das suas primeiras opções e tal poderá ser o factor que encurtará distancias entre oponentes.

Deverá surgir com Trincão e Dembelé sob as alas, responsáveis pela criação blaugrana, beneficiando da presença mais baixa de Pjanic e Alena, dois jogadores de grande qualidade decisional e técnica, e com isso a capacidade de chegar as zonas altas será importante para poder desbloquear o bloco de um Dínamo de Kiev orientado por Lucesco, que estará mais organizado para procurar resolver lances defensivos no duelo e no encurtamento de espaços.

 

Juventus vs Ferencváros 20h00

Menos equilibrado deverá ser a recepção da Juventus ao Ferencvaros.

A Velha Senhora precisa do triunfo para garantir apuramento e Pirlo não abdicará nem do seu sistema híbrido – defende em 4x4x2, com linhas próximas deixando Ronaldo e Dybala na frente, e ataca em 3x4x3, dando grande preponderância ofensiva quer aos laterais, quer ao trio da frente que alterna movimentos para finalização com movimentos para tocar no pé – nem das suas melhores individualidades.

Escolhas Moosh
Ronaldo marca o primeiro golo
Odd Especial 3,5

Um jogo em que Dybala aparecerá ao lado de Cristiano, com Arthur a surgir em cobertura garantindo chegada ofensiva, numa partida previsivelmente desequilibrada.

 

Grupo H

Man United vs Başakşehir 20h00

No grupo mais nivelado da Champions League, a derrota do United na Turquia foi um duro golpe para a equipa de Solskjær depois de começo prometedor.

Agora, em Manchester o 4x2x3x1 da equipa inglesa procurará quebrar as linhas oponentes com Bruno Fernandes na posição de número dez, alimentando quer em transição quer em organização a chegada de Rashford e Martial.

Escolhas Moosh
Bruno Fernandes a marcar
Odd Especial 2,3

Alex Telles deverá ir a jogo e com Bissaka formar uma dupla de laterais de grande pendor ofensivo.

O brasileiro é mais uma arma na bola parada que poderá fazer aparecer Maguire no momento de estratégia.

Do outro lado o Başakşehir passará demasiado tempo sem bola, esperando momento para transitar com chegada rápida de Demba Ba, mas dificilmente deixará de ser protagonista menor sobretudo depois de já antes ter metido em sentido o United.

 

PSG vs RB Leipzig

Em Paris disputar-se-á o jogo grande da ronda.

A equipa de Tuchel está obrigada a vencer o Leipzig de Naglesman e desta feita contará com o regresso ao seu melhor nível de Neymar que com Mbappé, Moises Kean e Di María formam uma frente de ataque de nível estupendo.

Tuchel orienta aquela que é uma das melhores do futebol mundial em Transição Rápida, mas também em ataque posicional a criatividade e definição de Neymar tem impacto tremendo no desbloquear das situações em espaço mais curto.

A eficiência e eficácia de Sabitzer, Dani Olmo e Nkunko nas suas acções, bem como o pressing asfixiante do Leipzig dificultará de sobremaneira o jogo ao Paris SG, numa partida que se prevê de grande intensidade pela velocidade a que se jogará, mas com vantagem parisiense pelos traços técnicos e criativos dos seus jogadores da frente.