Volta a Taça de Portugal e com ela a tradicional festa do futebol.

A competição que provoca (muitas vezes) surpresas. Onde (algumas vezes) os pequenos se agigantam e os fortes (às vezes) quebram.

Se os três grandes terão confrontos aparentemente tranquilos, outros jogos haverá cuja surpresa se poderá adivinhar.

 

Paredes vs Benfica

Em Paredes, perante uma das boas equipas do Campeonato de Portugal (3º classificado a 1 ponto do líder Trofense), que se fechará organizado no seu reduto defensivo, o Benfica precisará de paciência e competência em ataque posicional – a possível presença do goleador Gonçalo Ramos será atrativo.

 

Sacavenense vs Sporting 

Em Sacavém, a equipa de Rui Gomes não beneficiará do sintético da sua casa que lhe permitiria dificultar mais as contas ao apuramento leonino.

No Jamor Rúben Amorim deverá apresentar algumas segundas linhas e modelo de sempre, que sem facilitismo levará o Sporting a prosseguir aventura na Taça. Expectativa para perceber o regresso de Tabata pós lesão.

 

Fabril vs Porto

O FC Porto desloca-se à margem sul do Tejo onde defrontará o Fabril do Barreiro que ainda não venceu qualquer jogo no Campeonato de Portugal.

Relvado largo e bem tratado será importante para que o jogo não traga dificuldades de maior aos comandados de Sérgio Conceição.

Evanilson e Taremi poderão ser chamados a jogo, aumentando logo o interesse de se perceber o tipo de “sociedade” que poderão formar na frente de ataque.

 

Trofense vs Braga

Na Trofa, mais dificuldades terá o Sporting de Braga perante uma equipa que lidera a sua série, defende com muitos e é agressiva.

Terá Carlos Carvalhal de levar a jogo as peças necessárias a uma ausência de facilitismo que possa confirmar favoritismo arsenalista.

 

Arriscar a surpresa

 

União de Leiria vs Portimonense

Confronto entre Históricos agora separados por 2 divisões, numa partida em que o bom momento Leiriense poderá trazer problemas;

 

Felgueiras vs Tondela

A entrada nos seus campeonatos não foi perfeita, e a equipa nortenha orientada por Nuno Andrade, ex treinador da formação do FC Porto poderá surpreender pela sua boa organização e saída em Transição;

 

Estrela da Amadora vs Farense

A reedição da final da Taça da década de 90 traz agora duas equipas separadas por duas divisões (há 30 anos era o Farense que estava na 2ª divisão e o Estrela na 1ª), depois de ambas terem caído no abismo, de onde se reerguem paulatinamente.

A equipa lisboeta orientada por Rui Santos que eliminou o Vitória de Guimarães na temporada passada, vai vencendo sistematicamente os seus jogos no Campeonato de Portugal e obrigará a equipa de Sérgio Vieira a estar ao seu melhor nível.

 

Beira Mar vs Santa Clara

Um início fulgurante dos comandados de Ricardo Sousa – herói da Taça pelo próprio Beira Mar enquanto jogador, fica marcado pelos seis triunfos em oito partidas, e dará a confiança necessária para enfrentar o desafio perante um Santa Clara de duas divisões acima, com a certeza de que poderá disputar o jogo e o resultado.